out
30

Dicas de como se comportar nas festas da empresa.

 confra

Com as festas de fim de ano chegando, também começam as festas para confraternização   nas empresas e também  happy hour  após expedientes. Será que  você  sabe  como se comportar nestes eventos? Essa também pode ser uma situação de muita avaliação e julgamento por parte dos colegas, e para apresentar o modo correto de se agir, levantamos algumas dicas.

Cuidado com sua imagem

Sempre que expomos nosso lado pessoal, nos arriscamos mais a sermos julgados. Por mais que o clima seja de descontração, não exponha uma intimidade que vá além da relação profissional, a não ser que tenha uma maior familiaridade com todos da mesa.

Não exagere na bebida

As pessoas não fazem separação entre momento de trabalho e de descontração quando avaliam o comportamento de um colega de empresa. Portanto, não abuse do álcool, o que também evita um provável comportamento e/ou gestual mais exagerado.

Evite fofocas

As  festas  nas empresas ou happy hour é um momento informal, mas as pessoas envolvidas são as mesmas do trabalho. Não é legal falar mal de colegas pelas costas só porque está fora do ambiente corporativo, além de passar a imagem de uma pessoa falsa.

Organize a conta

A hora de pagar a conta também pode virar um problema, pois geralmente a divisão dos gastos nunca fica igual para todos. O indicado é fazer um acordo entre todos logo que chegam ao estabelecimento no  caso  dos happy hour, já  nas  confraternizações é  costume  as  empresas oferecerem  tudo  por  conta.

Estreite os relacionamentos

Profissionais que passam uma imagem muito séria podem se revelar descontraídos em um ambiente mais casual. As festas em  geral auxilia também no desenvolvimento do trabalho, pois podemos descobrir habilidades em colegas que nunca saberíamos na empresa, e que podem ajudar nas atividades do dia a dia.

Participe, mesmo que esporadicamente

Muita gente não gosta de participar ou tem compromissos que as impedem, mas, de vez em quando, se puder fazer um esforço em ir, será vantajoso. De qualquer forma, se não houver esta possibilidade, deixe claro aos colegas que não vai, pois tem motivos de força maior para se ausentar.

 

 

Encontre-nos no Google+ Sou o criador e editor do blog, e tenho como objetivo informar, esclarecer, ajudar, tirar duvidas, apresentar matérias relacionada as área de recursos humanos, psicologia organizacional.

Escrito por Flaudimir Andrade. postado em Psicologia organizacional, Recursos Humanos

Tags: , , ,

Trackback from your site.

Leave a comment

Responda abaixo * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

%d blogueiros gostam disto: