maio
01

Aprendendo gerenciar as emoções

downloadO conhecimento sobre as emoções é importante na medida em que constatamos que são elas que nos impulsionam a determinadas ações ou atitudes e, a partir daí, influenciam nossos relacionamentos, nossa saúde, e até mesmo nossa qualidade de vida. Aprender a gerenciar impulsos e emoções é tão importante quanto ter boas qualificações técnicas. Abaixo oito  passos para  gerenciar as emoções e três Perfis de risco no ambiente de trabalho, fiquem atendo e  aproveite  e faço um  auto avaliação.

  • 1º – Assuma responsabilidade pela emoção sentida. Assim diga “eu me sinto…”
  • 2º – Fale claramente ao outro qual é o seu desconforto ou emoção sentida.
  • 3º – Fale diretamente qual é o comportamento do outro que lhe causou o desconforto, mas foque no comportamento e não avalie a pessoa.
  • 4º – Mostre os impactos negativos causados pela situação, porém, sem criticar ou atacar o outro.
  • 5º – Busque a cooperação do outro, mostrando os benefícios da mudança.
  • 6º – Proponha novas alternativas de relacionamento ou peça ao outro que dê sugestões.
  • 7º – Negocie essas alternativas com o outro.
  • 8º passo — Comprometa-se com a mudança e agradeça o empenho e compreensão demonstrada pelo outro.

Lembre-se: quando o outro (chefe ou colega) estiver em conflito com você, estimule-o a passar pelos oito passos para expressão das emoções e você seja aberto para ouvir o feedback.

Perfis de risco no ambiente de trabalho

  • O PASSIVO fica quieto, engole sapos e concorda com tudo para evitar conflitos, ou seja, reprime as emoções negativas dentro de si.
  • O AGRESSIVO reage com irritação e impaciência com situações que o incomodam e, às vezes, de tanto engolir sapos, perde a calma e reage com explosões de raiva e respostas depreciativas, expondo a si e o outro.
  • O DISSIMULADO tenta disfarçar o desconforto das emoções negativas guardadas, boicotando trabalhos e pessoas, utilizando-se da ironia e do sarcasmo para acertar as contas com os outros. E o pior, acerta com a pessoa errada, no momento errado e de forma errada.

Encontre-nos no Google+ Sou o criador e editor do blog, e tenho como objetivo informar, esclarecer, ajudar, tirar duvidas, apresentar matérias relacionada as área de recursos humanos, psicologia organizacional.

Escrito por Flaudimir Andrade. postado em Sem Categoria

Tags: , ,

Trackback from your site.

Leave a comment

Responda abaixo * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

%d blogueiros gostam disto: